Instagram
Voltar

NOTÍCAS / COLUNAS / WAKESURF

10º Campeonato Brasileiro Mormaii de Wakesurf Fonte: Reprodução Estrela Náutica

MAIS COLUNAS

Anterior Próxima

10º Campeonato Brasileiro Mormaii de Wakesurf

29/10/2013 -

Com o verão chegando vem também os campeonatos!
Nos dias 02 e 03 de novembro vou competir o  10º Campeonato Brasileiro Mormaii de WakeSurf e serei correspondente do Portal Estrala Náutica. Portanto, vocês ficarão por dentro de tudo que vai rolar em Brasília.

Para quem está afim de participar, vale dar uma olhada no regulamento:
Regras Gerais 

  1. Embarcação: 
    -Lastros acertados a critério da organização, sem alteração de set up entre as baterias;
    -Embarcação será abastecida a critério da organização;
    -A quantidade de pessoas a bordo será mantida constante em todas as baterias de todas as fases;
    -Velocidade inicial acertada pelo piloto: 12mph;
    -Velocidade acertada pelo surfista com sinais visuais de up & down com polegar;
    -A condição da raia será a condição do momento, não cabendo reclamações sobre marolas causadas por outras embarcações, vento ou retorno;
    -O competidor que em 04 (quatro) tentativas, não conseguir ficar em pé, terá sua pontuação zerada e estará desclassificado.

  2. Categorias:
    -WakeSurf Open Nacional;
    -WakeSurf Open Feminino;
    -WakeSurf Open Brasiliense;
    -WakeSup Open Nacional.

  3. Notas Importantes:
    -Não estão sendo feitas distinções de categorias skin board e surf style;
    -Na categoria WakeSup é obrigatório o uso do remo.

  4. Formato da Competição: Serão 2 fases: fase Eliminatória e fase Final;

    Fase Eliminatória:
    -32 vagas para competidores da categoria masculina (08 saídas da embarcação)
    -12 vagas para competidoras da categoria feminina (03 saídas da embarcação)
    -24 Vagas para competidores da Categoria WAKESUP (06 saídas da embarcação)

    Fase Final:
    -Passam 12 competidores da categoria masculina (03 saídas da embarcação)
    -Passam 4 competidoras da categoria feminina (01 saída da embarcação)
    -Passam 8 competidores da categoria WAKESUP (02 saídas da embarcação)
    -Premiação para os 04 (quatro) melhores colocados em cada categoria;
    -A Classificação da categoria Wakesurf Open Brasiliense premiará os 04 (quatro) melhores Brasilienses na classificação geral da competição;
    -As baterias serão de 04 pessoas e serão sorteadas com antecedência;
    -Caberá ao competidor(a), acompanhar a evolução das baterias ao longo da competição e estar pronto e equipado no momento em que a embarcação com os competidores(as) da bateria anterior atracar;
    -Para o bom andamento da competição, a embarcação não irá aguardar nenhum competidor(a) e aqueles que não estiverem prontos no momento da saída de sua bateria serão desclassificados;
    -O formato da Competição poderá sofrer alterações de acordo com o número de inscritos.

  5. Julgamento:
    -Serão 02 juízes embarcados;
    -Os juízes darão notas de 0 a 10 para cada surfista;
    -A nota final do surfista será a somatória das três notas dadas pelos juízes;
    -Os competidores(as) não terão acesso às notas antes da divulgação oficial, feita após todas as baterias;
    -Os recursos, por qualquer razão, deverão ser apresentados ao juiz chefe da competição ao final da bateria do competidor, sendo que as decisões da organização serão soberanas;
    -Manobras de embarque e desembarque no deck do barco deverão ser avisadas com antecedência, caso contrário, não valerão pontos;
    Os juízes darão notas pelos seguintes critérios:
    1)Fluência na onda 2)Habilidades em manobras 3)Tempo de permanência na onda 4)Intensidade das manobras 5)Ineditismo das manobras

  6. Navegação em curva (opção a critério da organização)
    -Embarcação em curva para esquerda ou direita, de acordo com a base do surfista;
    -Raio de curva a critério do piloto;
    -Tempo de duração: 2 minutos e 30 segundos;
    -O tempo de duração começa a ser contado pelo juiz responsável pela cronometragem, a partir do momento de formação da onda;
    -Ao sinal do juiz, o surfista deverá deixar a corda, que será recolhida pela equipe do barco;
    -Se o surfista deixar a corda, o juiz começará a contar o tempo de duração imediatamente;
    -Se o surfista não deixar a corda, os juízes não começarão a contar pontos pelas manobras;
    -Início da marcação de tempo será feita pelo juiz, sempre com apito sonoro;
    -Quantidade de quedas permitidas com cronometro rodando: 2;
    -Caso o surfista sofra uma queda, o cronometro será parado para que a contagem de tempo continue após a nova formação da onda;
    -Caso o surfista sofra a terceira queda, a embarcação retorna para embarque, de maneira que a quantidade de pessoas no barco durante a bateria seja sempre a mesma;
    Navegação em linha reta (opção a critério da organização)
    -Embarcação segue em trajetória reta ao longo de uma raia pré-definida pela organização e demarcada com bóias;
    -Neste caso, poderá haver passadas com o barco acertado para goofy e regular;
    -Os competidores deverão informar a organização a respeito de sua preferência de base, sem direito a troca ao longo da fase;
    -Tempo de duração: não há, pois o que vale são as manobras realizadas no percurso da raia demarcada pelas bóias de entrada e saída;
    -A embarcação fará duas passagens, sendo uma em cada sentido da raia;
    -Ao sinal dos juízes ou nas bóias de sinalização antes das bóias da raia, o surfista deverá deixar a corda, que será recolhida pela equipe do barco;
    -As manobras valerão a partir do momento em que a embarcação passar pela bóia de marcação da raia e o juiz chefe soar o apito;
    -Se o surfista não deixar a corda, os juízes não começarão a contar pontos pelas manobras;
    -Quantidade de quedas permitidas na raia: 02(duas);
    -Quantidade de quedas permitidas fora da raia: 01(uma);
    -Caso o surfista sofra uma queda na raia ao longo da primeira passada, a embarcação volta para novo reboque até o final da raia e retorno para a segunda passada no sentido oposto;
    -Caso o surfista sofra mais de 1 queda fora da raia, perderá o direito a 1 queda dentro da raia;
    -Caso o surfista sofra a segunda queda, a embarcação retorna apenas para embarque, de maneira que a quantidade de pessoas no barco durante a bateria seja sempre a mesma;

  7. Simpósio Técnico
    -O Simpósio Técnico ocorrerá na sexta-feira dia 01 de Nov às 19h. Nele serão apresentadas as regras e formato da competição;
    -Qualquer alteração ao regulamento acima exposto será apresentada no Simpósio;
    -Os kits dos atletas serão entregues durante o simpósio;
    -Durante a competição só será permitida a circulação na área de atletas aos que possuírem a pulseira correspondente e estiverem trajando a camisa do evento (simultaneamente).

    Esse é o regulamento, espero que tenha ajudado! Até lá!
    Keep surfing, Anne Prochaska


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.