Instagram
Voltar

NOTÍCAS / COLUNAS / ENTREVISTAS

MAIS COLUNAS

Anterior Próxima

Surfista do interior faz sucesso nas competições

04/10/2012 -

Por Christiane Alves

Do interior de São Paulo para as belíssimas praias de Florianópolis, em Santa Catarina. Foi essa mudança de cenário orquestrada por seus pais que deu ao surfista Cauê Wood, de apenas 20 anos, as vitórias que coleciona. A busca por qualidade de vida levou-o para a praia, e o domínio sobre as ondas acabou por transformá-lo num atleta profissional de agenda lotada. Atualmente, Cauê é o 4º no ranking ASP Sul-americano, competição que aconteceu em Salvador no final de agosto. Com os pés na prancha e a cabeça no mundial Pro Junior, que será realizado em Bali no fim do ano, Cauê compartilhou com o Estrela Náutica um pouco de sua história e de seus segredos de sucesso. 

Estrela Náutica - Como você se envolveu com o surfe?
Cauê Wood - Nasci em Botucatu, interior de São Paulo, mas, quando eu tinha quatro anos, minha família resolveu mudar para Florianópolis, capital de Santa Catarina. Não demorou muito para eu me apaixonar pelo esporte.

Estrela Náutica - Quando você decidiu fazer do surfe sua profissão?
Wood - Foi acontecendo, eu acho. Comecei a competir bem novo e meus pais sempre me incentivaram. Eu gostava e com o tempo começaram a aparecer os patrocinadores. Fui me dando bem nos campeonatos. Tudo foi se encaixando para que eu fizesse disso minha profissão.

Estrela Náutica - Quantos anos você tinha quando começou?
Wood - Pelo que me lembro, comecei com seis anos.

Estrela Náutica - Um surfista campeão só precisa de treino e boas ondas?
Wood - Claro que não. Sempre fiz treinamentos paralelos para ajudar em minha evolução no surfe, sem contar que desde os nove meses de idade faço natação. Quando comecei a surfar, fiz judô um bom tempo. Fazia por diversão, mas isso me ajudou muito a ter equilíbrio e de certa forma a aprender a cair. Também já fiz outras lutas e há algum tempo venho fazendo um trabalho de preparação física com pilates.

Estrela Náutica - Você foi vice-campeão brasileiro no ano passado. Como se preparou para alcançar essa vitória?
Wood - Foi um ano em que eu estava sem patrocínio, então tinha que me sair muito bem nas competições. Dependia só de mim para continuar competindo e viajando para os campeonatos. Acho que isso me deu uma grande motivação. Também fiz um treinamento duro no surfe e no pilates.

Estrela Náutica - Como você avalia seu desempenho nos eventos internacionais?
Wood - No ano passado, eu estava fazendo o Circuito Latino-americano e consegui bons resultados. Acabei o ano em 9º colocado. Recentemente, em agosto, fui campeão de uma das quatro etapas do sul-americano Pro Junior. Fiquei muito feliz.

Estrela Náutica - Qual sua rotina de treinos? Qual o tipo de disciplina que o atleta deve ter para se dar bem como surfista profissional?
Wood - Treino o ano inteiro independentemente de ter ou não competição, pois amo o que faço. Sempre faço meu treinamento de surfe com meu irmão mais novo, o Luan Wood, que também compete e surfa muito. E, como já falei, tem também o pilates.

Estrela Náutica - Qual você considera ser sua maior conquista no surfe?
Wood – Ser campeão do Pro Junior este ano, a última disputa, que aconteceu em agosto na prainha de São Francisco do Sul (SC).

Estrela Náutica - Qual é o seu maior objetivo agora?
Wood - Conseguir a vaga para o mundial Pro Junior, que será realizado em Bali no fim do ano.

Estrela Náutica - E para o futuro?
Wood Chegar ao WT (ASP World Championship Tour – Circuito Mundial de Surf)

Estrela Náutica - Existe uma idade mínima ou uma idade-limite para a prática do surfe?
Wood - Não, qualquer um pode praticar, basta querer. Não há uma idade específica para parar, porém com o passar do tempo o corpo já não responde como antes. Depende de cada um.

Estrela Náutica - Onde estão as melhores ondas?
Wood - Com certeza na Indonésia.

Estrela Náutica - Qual foi o melhor lugar que surfou?
Wood - Já fui para muitos lugares realmente bons, mas um dos que mais gostei foi El Salvador. Peguei boas ondas lá e estava com grandes amigos.

Estrela Náutica - Que tipo de prancha você utiliza?
Wood - Tenho várias pranchas. Normalmente, todas pequenas, de alta performance. A que mais uso é uma 5´10.

Estrela Náutica - Quais são os equipamentos básicos para a prática do esporte?
Wood - Prancha, leash (cabo de segurança que mantém a prancha ligada ao corpo do surfista, fundamental em caso de queda), deck, parafina e roupa de borracha para lugares frios.

Estrela Náutica - Você já se viveu alguma situação de alto risco quando estava surfando?
Wood - Com certeza, já vivi algumas, sim; como bater a cabeça no fundo ou ficar muito tempo debaixo da água, mas o prazer de surfar supera tudo isso.

 


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.