Instagram
Voltar

NOTÍCAS / COLUNAS / WAKESURF

Barco preparado para a prática de wakesurf Fonte: Arquivo pessoal
  • Equipamentos Fonte: Arquivo pessoal
  • Fat sack e bomba Fonte: Arquivo pessoal
  • Fat sack cheio na popa Fonte: Arquivo pessoal
  • Fat sack no compartimento lateral Fonte: Arquivo pessoal
  • Fat sack no compartimento lateral Fonte: Arquivo pessoal
  • Lancha adernada Fonte: Arquivo pessoal

MAIS COLUNAS

Anterior Próxima

Set up do barco para a prática do wakesurf

04/03/2013 -

Esta semana vou falar um pouco sobre o set up do barco, pois para praticar o wakesurf será necessário um bom ajuste de peso.

Basicamente, quanto mais pesado, mais o barco afunda em relação ao nível da água e maior é a marola. Alguns possuem tanques internos de lastro, porém em muitos casos, só os tanques e sacos internos não são suficientes. A maioria dos barcos precisam de mais peso que, quando colocados nos lugares certos, ajudam a  formar uma marola perfeita.

Você pode usar sacos de água – fat sacks – como peso ou outros tipos de lastro como saquinhos de chumbo, por exemplo. Lembre-se que muito peso pode afundar o barco e, por isso, sempre respeite os limites indicados pelo fabricante.

Detalhe importante: geralmente, quanto mais peso na parte de trás, mais alta e mais curta é a onda. Quanto mais peso na frente, mais longa é a onda e menor o seu tamanho.

Primeiro, comece enchendo um saco e coloque perto do canto de trás do lado que você pretende surfar. Por exemplo, se você vai andar com a base regular (pé esquerdo à frente), coloque o peso no canto traseiro esquerdo da sua lancha.

É preciso algumas tentativas de distribuição de peso para descobrir onde colocar os sacos de lastro (e sua quantidade) para formar a melhor onda no seu barco.

Alguns barcos precisam de algum peso na proa, outros exigem uma combinação de peso no centro com peso do lado esquerdo e assim por diante. É difícil mesmo.

Detalhe importante: mais pessoas ou menos pessoas, de um lado ou de outro, mais para a proa ou popa também contam muito. Você tem que levar em consideração a quantidade de peso que estará em seu barco antes de começar a encher os sacos de água. O peso extra de pessoas significa que menos lastro será necessário, sendo que a posição que estas pessoas ficam sentadas no barco durante a sessão também conta.

Depois de todo o peso dos sacos ajustados, acerte a velocidade entre 11.5 milhas e 12.5 milhas e vire para o lado que o peso foi colocado.

Detalhe importante: o raio de curva maior ou menor também muda a onda, fazendo com que quebre ou fique perfeita. Para acertar o ponto, o piloto deve prestar bastante atenção, o tempo todo, ao raio da curva.

Em muitos barcos com o set up perfeito, não é necessário andar em curva. Nas competições no exterior, por exemplo, o barco anda em linha reta em uma raia definida por bóias. Tenho treinado das duas formas e digo que é um pouco diferente. Sugiro que você tente as duas maneiras (reta e curva) e veja como prefere. Depois me mande sua opinião.

Os barcos mais novos já estão saindo de fábrica com equipamentos como flaps e surf gates que deixam a onda perfeita sem tanto trabalho.

Coloquei algumas fotos da posição dos sacos em uma lancha Wake Star e, uma outra, do barco já acertado, para que vocês tenham uma idéia de como fica.

Duas dicas finais

1ª. Quando você voltar para pegar o surfista que caiu, tenha cuidado! Pois, com o barco pesado, ao encarar sua própria onda, é grande a chance de dar um mergulho e assustar todo mundo com a água que vai entrar pela proa.

2ª. Quando você se aproximar do surfista na água, tenha mais cuidado ainda! O barco pesado reage de forma mais lenta aos comandos do que quando sem peso.

Próximo post - vou falar sobre como levantar e se manter na onda.

Keep surfing!

Anne Prochaska
Campeã brasileira de wakesurf


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.