Instagram
Voltar

NOTÍCAS / ESPORTES NÁUTICOS

Jacqueline Silva registra 15.65 pontos na abertura Fonte: Rodrigo Amorim

MAIS ESPORTES NÁUTICOS

Anterior Próxima

Jacque brilha no Peru

21/03/2014 -

A brasileira Jacqueline Silva foi destaque no primeiro dia do ASP 4-Star Rip Curl Girls Pro apresentado pela Powerade no Peru, que foi iniciado com 45 surfistas de treze países. 

A catarinense fez os recordes da primeira fase logo no segundo confronto da quinta-feira de boas ondas de meio a 1 metro na praia de San Bartolo, em Lima. Ela atingiu imbatíveis 15,65 pontos, fazendo as marcas a serem batidas na primeira etapa do ASP Womens Qualifying Series organizada pela ASP South America esse ano. A peruana Miluska Tello também estreou bem, vencendo a terceira bateria com o segundo maior placar do dia, 12,50 pontos. As dezesseis classificadas no primeiro dia vão enfrentar as cabeças de chave do evento na segunda fase.

O Rip Curl Girls Pro prossegue até domingo no principal palco do WQS feminino na América do Sul. Esta é quarta vez que San Bartolo sedia uma etapa válida pelo ranking de acesso para a divisão de elite do ASP Womens World Tour. Foi lá na capital peruana, só que na Playa Asia, que foi disputado o primeiro WQS feminino no continente em 2005. A vencedora foi a australiana Jessi Miley-Dyer, que já se aposentou e hoje ocupa o cargo de Tour Manager do WCT feminino na ASP. Já a vice-campeã daquele ano continua na ativa, a brasileira Jacqueline Silva, que só agora está voltando a competir nas ondas de San Bartolo.

“Esta é a sétima vez que venho ao Peru, mas só a segunda aqui em San Bartolo, de onde guardo ótimas recordações”, disse Jacqueline Silva, que não tem patrocínio e está viajando este ano para as etapas do Circuito Mundial com as doações conseguidas nas redes sociais. “Já fazem 4 anos que não tenho patrocinadores. No ano passado não pude competir por falta de apoio, então junto com um amigo criamos uma campanha no Facebook para quem pudesse me ajudar. Graças a Deus e a minha família, amigos, fãs e seguidores, consegui dinheiro para competir nas etapas da Austrália esse ano e também para viajar aqui para o Peru”.

Com as ótimas que achou logo nas duas primeiras ondas que surfou no Rip Curl Girls Pro e valeram notas 7,00 e 8,65, Jacqueline Silva ganhou fácil a sua bateria. Na briga pela segunda vaga para a rodada das cabeças de chave, a espanhola Lucia Martino acabou eliminando a chilena Pomare Tepano e a peruana Karen Mendiguetti. A catarinense agora vai enfrentar na segunda fase a equatoriana Dominic Barona que já tem uma vitória em San Bartolo em 2010 e as japonesas Nao Omura e Reika Noro. Jacqueline busca um bom resultado para entrar no grupo das seis surfistas que o WQS classifica para o WCT, mas lamenta a falta de competições femininas no Brasil.

“Infelizmente, acabaram os campeonatos profissionais femininos no Brasil e também não temos muito apoio das marcas”, destacou a experiente surfista de 34 anos de idade que por muitas temporadas defendeu o Brasil no WCT feminino. “A única saída para mim foi fazer essa campanha pelo Facebook e confesso que me surpreendi com todo o apoio que recebi. Quero tentar retribuir toda essa confiança da melhor maneira possível e para isso cheguei uns dias antes aqui no Peru para treinar, só que o mar estava bem pequeno. Hoje (quinta-feira) melhorou e consegui achar boas ondas na minha bateria para vencer, então estou feliz que deu tudo certo e espero que continue assim nas próximas fases”.

Destaque peruano Outro destaque no primeiro dia do Rip Curl Girls Pro foi a peruana Miluska Tello. Ela disputou a bateria seguinte a da Jacqueline Silva, quando o mar ainda apresentava boas condições, com ondas mais constantes de 2-3 pés. A primeira das três vitórias peruanas da quinta-feira foi conquistada com o segundo maior placar do dia, 12,50 pontos, com a japonesa Miho Ihara despachando a norte-americana Casey Kwiecinski e outra peruana, Noelia Arata, na disputa pela outra vaga da bateria para a segunda fase.

“Eu estava um pouco assustada com o alto nível técnico das meninas que vieram esse ano de vários países”, disse Miluska Tello. “Felizmente, acho que por eu ser daqui e conhecer melhor o mar de San Bartolo, consegui achar boas ondas para mostrar o meu repertório de manobras e passar em primeiro lugar para a próxima fase. Eu vinha treinando em ondas muito ruins durante a semana, mas hoje (quinta-feira) elas melhoraram bastante. Agora o nível vai subir ainda mais com a entrada das tops do ranking na segunda fase e espero competir como hoje, tranquila e com muita garra”.

Principais estrelas Na relação das dezesseis cabeças de chave que irão estrear na segunda fase do Rip Curl Girls Pro, prevista para ser iniciada as 9 horas da sexta-feira em San Bartolo, estão a defensora do título desta etapa do ASP 4-Star, Anali Gomez, que no ano passado ganhou a final peruana contra a campeã mundial Sofia Mulanovich, a própria Sofia e a brasileira Silvana Lima que até 2013 faziam parte da elite do WCT, além da francesa Maud Le Car que ocupa a quinta posição no ranking do WQS após as três primeiras etapas na Austrália, entre outras.

Treze países Além das peruanas e as brasileiras, que são maioria entre as 45 participantes, surfistas dos Estados Unidos, Havaí, Austrália, África do Sul, França, Espanha, Chile, Equador, Porto Rico, Barbados e até do Japão, se inscreveram para disputar os 7.000 dólares e 1.000 pontos oferecidos para a campeã do ASP 4-Star Rip Curl Girls pro apresentado pela Powerade em Lima. Entre as dezesseis classificadas na quinta-feira para enfrentar as cabeças de chave na segunda fase, cinco são do Brasil, quatro do Peru, três do Japão, duas dos Estados Unidos, além das únicas representantes da Espanha e da África do Sul.

A espanhola Lucia Martino passou em segundo lugar no confronto vencido por Jacqueline Silva, enquanto a sul-africana Faye Zoetmulder derrotou duas peruanas em sua estreia no Peru, Jessica Anderson e Leilani Vizquerra. “Essa é a minha primeira vez aqui no Peru e fiquei encantada com este país. As ondas são muito boas, as pessoas muito amáveis e as paisagens muito lindas”, disse Faye Zoetmulder. “As condições do mar não estavam muito boas hoje (quinta-feira), muito inconsistentes, mas fiquei feliz por ter vencido minha primeira bateria aqui no Peru”.

O Rip Curl Girls Pro apresentado pela Powerade está sendo transmitido ao vivo pela internet pelo www.ripcurlgirlspro.com

Primeira fase do Rip Curl Girls Pro

1.a: 1-Suelen Naraisa (BRA), 2-Reika Noro (JPN), 3-Givanilta Ferreira (BRA)

2.a: 1-Jacqueline Silva (BRA), 2-Lucia Martino (ESP), 3-Pomare Tepano (CHL), 4-Karen Mendiguetti (PER)

3.a: 1-Miluska Tello (PER), 2-Miho Ihara (JPN), 3-Noelia Arata (PER), 4-Casey Kwiecinski (EUA)

4.a: 1-Brissa Malaga (PER), 2-Jessica Kwiecinski (EUA), 3-Sara Taylor (EUA), w.o-Brianna Cope (HAV)

5.a: 1-Faye Zoetmulder (AFR), 2-Jessica Anderson (PER), 3-Leilani Vizquerra (PER)

6.a: 1-Carol Fernandes (BRA), 2-Nathalie Martins (BRA), 3-Kelly Laide (PRI), 4-Valeria Sole (PER)

7.a: 1-Vania Torres (PER), 2-Momoko Miyasaka (JPN), 3-Maria Fernanda (PER), 4-Ania Diez (PER)

8.a: 1-Juliana Meneguel (BRA), 2-Shelby Detmers (EUA), 3-Karol Ribeiro (BRA)

Segunda fase (entrada das 16 cabeças de chave)

1.a: Silvana Lima (BRA), Melanie Giunta (PER), Suelen Naraisa (BRA), Lucia Martino (ESP)

2.a: Dominic Barona (EQU), Nao Omura (JPN), Jacqueline Silva (BRA), Reika Noro (JPN)

3.a: Brittani Nicholl (AUS), Chelsea Tuach (BRB), Miluska Tello (PER), Jessica Kwiecinski (EUA)

4.a: Anali Gomez (PER), Nikki Viesins (EUA), Brissa Malaga (PER), Miho Ihara (JPN)

5.a: Georgia Fish (AUS), Carolina Thun (PER), Faye Zoetmulder (AFR), Nathalie Martins (BRA)

6.a: Quincy Davis (EUA), Demi Boelsterli (EUA), Carol Fernandes (BRA), Jessica Anderson (CHL)

7.a: Freya Prumm (AUS), Sofia Mulanovich (PER), Vania Torres (PER), Shelby Detmers (EUA)
8.a: Maud Le Car (FRA), Leticia Canales Bilbao (ESP), Juliana Meneguel (BRA), Momoko Miyasaka (JPN)

Fonte: Waves
Texto: João Carvalho


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.