Instagram
Voltar

NOTÍCAS / ESPORTES NÁUTICOS

Estreia em dia difícil Fonte: Fred Hoffmann

MAIS ESPORTES NÁUTICOS

Anterior Próxima

Scheidt estreia em sétimo lugar no Aquece Rio

06/08/2014 -
Depois de uma segunda-feira sem ventos, a estreia da Laser no Aquece Rio International Regatta foi um teste de resistência para os velejadores. A classe teve três regatas nesta terça-feira (5), em seis horas de disputa, e mar agitado com ondas de dois metros numa das raias montadas no lado de fora da Baía de Guanabara, sede da vela nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro/2016. Oitavo, quarto e sexto colocado nas provas do dia, Robert Scheidt ficou com a sétima colocação, somando dez pontos perdidos. O líder é o australiano Tom Burton, com três pontos perdidos.

"Foi uma disputa muito dura, fisicamente desgastante. Apesar do vento não muito forte, o mar estava bem mexido. Não velejei tão mal, mas também não fui excepcionalmente bem. Tive pequenos erros nas largadas, e fui me recuperando ao longo das regatas", avaliou Scheidt, dono de cinco medalhas olímpicas (dois ouros, duas pratas e um bronze) e 14 títulos mundiais, entre Laser e Star. As duras condições de regata não passaram em branco. "Saí da água muito dolorido. Agora é descansar e me recuperar para amanhã", conta o velejador.

O Aquece Rio testa as cinco raias que serão utilizadas na Olimpíada de 2013, três dentro da Baía de Guanabara e duas do lado de fora. A classe Laser segue competindo numa das raias montadas no lado de fora da baía, nesta quarta-feira (6). "Será um campeonato de condições climáticas fortes e variadas. Poderemos experimentar diversas situações. Fora da baía, a velejada é mais aberta, e a velocidade é o fator principal. Dentro da baía o cenário é outro, é uma velejada mais técnica", aponta o brasileiro, patrocinado pelo Banco do Brasil, Rolex e Deloitte, com os apoios de Audi, COB e CBVela.

O Aquece Rio International Regatta segue o formato de competições olímpicas, com dez regatas na classe Laser, distribuídas entre as fases classificatória e final, com o descarte do pior resultado. Os dez melhores colocados na etapa final seguem para a disputa da medal race, no dia 9, valendo pontos dobrados.

Classificação após três regatas e um descarte

1. Tom Burton (AUS) - 3 pontos perdidos ([2]+2+1)
2. Nick Thompson (GBR) - 7 pp (6+1+[15])
3. Jesper Stalheim (SWE) - 7 pp (5+[16]+2)
4. Rutger Van Schaardenburg (NED) - 8 pp (1+7+[10])
5. Charlie Buckingham (USA) - 8 pp ([15]+3+5)
6. Mathew Wearn (AUS) - 10 pp ([7]+6+4)
7. Robert Scheidt (BRA) - 10 pp ([8]+4+6)
8. Sam Meech (NZL) - 11 pp (3+[12]+8)
9. Bruno Fontes (BRA) - 12 pp ([17]+9+3)
10. Julio Alsogaray (ARG) - 16 pp ([11]+5+11)

Fonte: Local da Comunicação

Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.