Instagram
Voltar

NOTÍCAS / ESPORTES NÁUTICOS

Beto Pandiani e Igor Bely Fonte: Divulgação
  • Beto Pandiani e Igor Bely Fonte: Maristela Colucci-ZDL
  • Beto Pandiani e Igor Bely Fonte: Maristela Colucci-ZDL

MAIS ESPORTES NÁUTICOS

Anterior Próxima

Beto Pandiani e Igor Bely estão prestes a cruzar o Atlântico em veleiro sem cabine

15/02/2013 -

O velejador Beto Pandiani finaliza sua preparação para o desafio de cruzar o Atlântico Sul a bordo de um catamarã sem cabine, sem motor e sem conforto durante 30 dias ininterruptos. A aventura terá início no dia 10 de março, na Cidade do Cabo, na África do Sul e deve ser finalizada no dia 6 abril em Ilhabela, no Brasil. O caminho terá tons dramáticos, como resume o velejador, "Nós vamos velejar ao norte nos primeiros seis dias. A rota é paralela à costa da África do Sul e da Namíbia. Passaremos na Costa dos Esqueletos que é a porção de terra desértica desta costa tão inóspita no sul do continente africano". O barco passará por diversos esqueletos de navios que naufragaram e foram parar nas areias do litoral. "Não existe um lugar na África tão mórbido e ao mesmo tempo belo como este".

Em linha reta são 3.600 milhas náuticas (6.660 quilômetros), mas a viagem se tornará ainda mais longa, já que Beto e seu parceiro Igor Bely precisarão aumentar em 40% o caminho fazendo uma parábola, o que vai dar ao todo 5.000 milhas náuticas (9.260 quilômetros).

"A viagem será bem complicada. Vamos passar por regiões de ventos fortíssimos, principalmente no Cabo da Boa Esperança, conhecido também como das Tormentas. A média de ventos da expedição será de 25 nós. Além disso, a água é muito fria e repleta de tubarões. Esta será a nossa maior permanência a bordo, já que o recorde foi de 18 dias direto na Travessia do Pacífico, no final de 2007", afirma Beto Pandiani."

O velejador Beto Pandiani realiza expedições por diversos mares do mundo, desde 1994, sempre abordo do catamarã sem cabine. Esta será sua sétima aventura. Em 94 Beto organizou sua primeira expedição, que foi chamada de "Entre Trópicos". Ele zarpou de Miami para a Ilhabela em 289 dias no mar. Em 2000 foi a vez da "Rota Austral", partindo do Chile, cruzando o Cabo Horn - ponto alto da expedição - até a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, em 170 dias. A "Travessia do Drake", em 2003, saiu de Ushuaia e cruzou a passagem entre a América do Sul e a Antártica. Foram 45 dias que deram a Beto Pandiani e Duncan Ross, seu parceiro de viagem, o título de primeiros velejadores a chegarem à Península Antártica em um barco sem cabine. 

Em 2004 foi a vez de ir da Flórida à Nova Iorque, na regata Atlantic 1000, a mais longa prova para catamarãs do planeta. Já em 2005, na "Rota Boreal", foram três meses velejando de Nova Iorque até Sisimiut, na Groenlândia, enfrentando as terríveis condições climáticas polares. Entre 2007 e 2008, junto com Igor Bely, Beto Pandiani atravessou o Oceano Pacifico, partindo do Chile e chegando à Austrália. Foram 17 mil quilômetros percorridos, muitas semanas sem ver terra e mais um título: o de primeiros velejadores do mundo a cruzar o Pacífico Sul em um barco sem cabine.

Redação: Estrela Náutica
Fonte:
ZDL de Comunicação


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.