Instagram
Voltar

NOTÍCAS / ESPORTES NÁUTICOS

Suduca, líder na RGS-B Fonte: Aline Bassi/Balaio
  • Jimny Take Ashauer lidera na HPE Fonte: Aline Bassi/Balaio
  • TNT Loyal, absoluto na C30 Fonte: Aline Bassi/Balaio
  • Ariel, primeiro na RGS-C Fonte: Aline Bassi/Balaio
  • Boccalupo é o líder na RGS-Cruiser Fonte: Aline Bassi/Balaio
  • Jazz dominou a RGS-A Fonte: Aline Bassi/Balaio
  • Lexus-Chroma, na frente na ORC Fonte: Aline Bassi/Balaio

MAIS ESPORTES NÁUTICOS

Anterior Próxima

Copa Suzuki Jimny: condições climáticas exigem empenho extra das equipes

16/04/2013 -

1º Dia – Sábado, 13 de abril

Choveu forte, mas teve a primeira regata da Copa Suzuki Jimny. A regata deste sábado foi especial por causa das condições climáticas no litoral norte paulista. Com pouco vento no início da tarde e muita chuva, a organização foi obrigada a montar uma raia para uma prova de percurso no Canal de São Sebastião para todas as classes. Às 15h a velocidade do vento era de 18 nós e a largada para a primeira regata do ano foi dada para os 45 barcos inscritos na primeira etapa da Copa Suzuki Jimny. O Loyal foi o fita e venceu também na sua classe, seguido por Barracuda (Humberto Diniz), +Realizado (José Apud) e Caballo Loco (Mauro Dottori).

Na ORC, o destaque foi o Orson/Mapfre (Carlos Eduardo Souza e Silva). A equipe superou o Lexus/Chroma (Luiz Gustavo de Crescenzo), que cruzou em segundo. Na sequência apareceram Sextante (Thomas Shaw), Zeppa (Diego Zaragoza) e Colin (Sebastian Menendez). 

Na HPE, classe muito equilibrada e que contou com 16 embarcações, o Relaxa/Next Caixa (Maurício Santa Cruz) foi o vencedor, seguido pelo Jimny Takeashauer (Cássio Ashauer) e o atual tricampeão Ginga (Breno Chvaicer). "Foi uma regata bem difícil com chuva e vento forte. Em alguns pontos era impossível enxergar a boia por causa da visibilidade. Mas a vitória foi importante para o campeonato e para o nosso entrosamento", disse Maurício Santa Cruz, do Relaxa/Next Caixa. 

Na RGS-A, o Jazz (Valéria Ravanni) ficou em primeiro. Na subdivisão B, o ganhador foi o Suduca (Marcelo Claro). Na C, quem cruzou em primeiro foi o Ariel (Andreas Kugler), e na Cruiser foi o Helios II - Hospital Sírio Libanês (Marcos Lobo). 

2º Dia – Domingo, 14 de abril

Mais uma vez a organização da Copa Suzuki Jimny escolheu fazer apenas uma regata no Canal de São Sebastião. Com ventos mais fracos do que na véspera, mas com muita corrente (aproximadamente 2 nós), as equipes, pelo menos, não pegaram chuva. "Fomos obrigados a fazer apenas uma regata neste domingo por causa do vento, que chegou a baixar de 14 para 6 nós. Além disso, estava rondado e tinha muita correnteza no canal, dificultado assim as ações das equipes", justificou Cuca Sodré, organizador da Copa Suzuki Jimny.

Nas classes de design único, destaque para o Repeteco (Fernando Halaand) na HPE e TNT/Loyal (Marcelo Massa) na C30. Os dois barcos venceram a regata para cada categoria neste domingo. O resultado garantiu o quarto lugar, no acumulado, para o Repeteco e a liderança para o Jimny Take Ashauer, comandado pelo aniversariante do dia, Casio Ashauer. Já o TNT Loyal tem o domínio da C30, com duas vitórias. 

Na ORC, Lexus/Chroma (Luiz Gustavo de Crescenzo) e Orson/Mapfre (Carlos Eduardo Souza e Silva) dividem a ponta com três pontos perdidos. No sábado, quem venceu foi o Orson/Mapfre, mas o Lexus/Chroma deu o troco no dia seguinte empatando a série.

Na RGS-A, o Jazz (Valéria Ravanni) segue com 100% de aproveitamento no circuito. Fruto de muito entrosamento e amizade a bordo. "Nossa equipe é maravilhosa. Corremos as regatas felizes e isso faz a diferença. Antes da Copa Suzuki Jimny fizemos treinos em Ilhabela e não erramos na hora da prova. Conseguimos ir bem em duas condições, ventos fracos e fortes", contou a comandante do Jazz, Valéria Ravanni.

Na RGS-B, o Suduca (Marcelo Claro) também venceu no sábado e no domingo. O veleiro fez alguns ajustes nas velas para a temporada 2013 e os resultados já apareceram. "Sempre procuramos ajustar o barco para velejar bem em todas as condições. Acho que acertamos o ponto mexendo na regulagem do mastro e nas velas. Essas configurações mudaram o equilíbrio do veleiro", explicou Marcelo Claro. 

Na RGS C, destaque para Arial (Andreas Kugler) e Boccalupo (Cláudio Melaragno) na RGS-Cruiser. Ambos têm 100% de aproveitamento.

Copa Suzuki Jimny - Resultados após duas regatas
C30 Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
TNT/Loyal Marcelo Massa 1+1 2
 +Realizado José Luiz Apud 3+2 5
Barracuda Humberto Diniz 2+4 6
HPE Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
 Jimny Take Ashauer Casio Ashauer 2+4 6
2º  Relaxa Next/Caixa Marcelo Santa Cruz 1+7 8
Ginga Breno Chvaicer 3+5 8
ORC Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
Lexus/Chroma Luiz Gustavo de Crescenzo 2+1 3
2º  Orson/Mapfre Carlos Eduardo Souza e Silva 1+2 3
Sextante Thomas Shaw 3+6 9
RGS-A Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
Jazz Valéria Ravani 1+1 2
2º  Urca/BL3 Pedro Rodrigues 4+2 6
Inaê/Transbrasa Bayard Umbuzeiro Filho 2+5 7
RGS-B Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
Suduca Marcelo Claro 1+1 2
2º  Asbar II Sergio Klepacz 2+2 4
Helios - Sírio Libanês 3+3 6
RGS-C Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
Ariel Andreas Kubler 1+1 2
2º  Rainha Leonardo Pacheco 3+2 5
RGS-Cruiser Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
Boccalupo Claudio Melaragno 1+1 2
2º  Nimbus André Torrente 3+2 5
Brazuca José Rubens Bueno 2+4 6

Redação: Estrela Náutica
Fonte:
Flávio Perez/ZDL de Comunicação


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.