Instagram
Voltar

NOTÍCAS / ESPORTES NÁUTICOS

Regatas lotadas Fonte: Edu Grigaitis/Balaio
  • Regata de ORC
  • Classe C30 Fonte: Edu Grigaitis/Balaio
  • Lexus venceu na ORC Fonte: Edu Grigaitis/Balaio
  • TNT Loyal campeão Fonte: Edu Grigaitis/Balaio
  • Relaxa Next/Caixa Fonte: Edu Grigaitis/Balaio
  • Rainha na C Fonte: Edu Grigaitis/Balaio
  • Jazz na RGS-A Fonte: Edu Grigaitis/Balaio
  • Boccalupo na Cruiser Fonte: Edu Grigaitis/Balaio
  • Ginga na HPE Fonte: Edu Grigaitis/Balaio
  • Regata de HPE Fonte: Edu Grigaitis/Balaio

MAIS ESPORTES NÁUTICOS

Anterior Próxima

Copa Suzuki Jimny: foram definidos os campeões da primeira etapa

22/04/2013 -

Os vencedores da primeira etapa da Copa Suzuki Jimny 2013 foram definidos neste domingo (21), no Yacht Club de Ilhabela (YCI). As primeiras regatas do Circuito Ilhabela de Vela Oceânica contaram com a participação de 50 barcos, um recorde para o início de temporada. Nas raias montadas no Canal de São Sebastião, as equipes levaram a sério a ideia de um campeonato de pontos corridos, assim como no futebol. Como são quatro etapas ao longo do ano, as tripulações querem perder menos e encaram as regatas como verdadeiras finais. A tendência é que no Warmup, que será nos dias 8, 9, 15 e 16 de junho, mais embarcações entrem no evento, que se tornou referência na modalidade.

As regatas deste domingo foram disputadas com ventos médios de 10 nós na direção sul/sudeste. E quem largou na frente na ORC da Copa Suzuki Jimny foi o Lexus/Chroma (Luiz Gustavo de Crescenzo), seguido pelo Orson/Mapfre (Carlos Eduardo Souza e Silva) em seis regatas. A categoria dos barcos grandes teve provas apertadas, principalmente após a chegada do gaúcho Tangaroa (Germano Pestana). O vencedor na ORC B foi o Sextante (Thomas Shaw).

Na RGS A, o Jazz (Valéria Ravani) venceu a primeira etapa após regatas equilibradas, superando o BL3 Wind Náutica (Clauberto Andrade) e o Maria Preta (José Alberto Barreti), segundo e terceiro, respectivamente. "Dois fatores ajudaram nessa conquista. O primeiro foi a garra, somada ao entrosamento da tripulação. Desde 2012 estamos velejando juntos. Fiz também uma pequena reforma na embarcação. Vencer a etapa ajuda no campeonato", adiantou Valéria Ravani. 

Na categoria RGS-B, o campeão foi o Asbar II (Sérgio Keplacz), que virou o placar nas últimas regatas. A equipe superou o Suduca (Marcelo Claro), que vinha com o melhor aproveitamento. Depois de um fim de semana ruim, a tripulação resolveu se reunir para botar a casa em ordem. A ideia foi entrar para as regatas mais concentrados e a estratégia deu certo. "As primeiras provas foram para esquecer. Velejamos muito mal e, para ganhar a etapa, tinha que mudar tudo. Dessa vez erramos pouco e conseguimos vencer todas as regatas", disse o proeiro do Asbar II, Ronaldo Mariano.

Na RGS-C, o vencedor da primeira etapa foi o Rainha (Paulo Eduardo). O time chegou para a regata do domingo em segundo lugar e conseguiu passar o Ariel (Andreas Kubler). Na Cruiser, classe dominada nos anos anteriores pelo Hélio II - Hospital Sírio Libanês que migrou para outra categoria, o Boccalupo (Claudio Melaragno) reinou em Ilhabela na primeira etapa da Copa Suzuki Jimny.

Os one-design - Com 18 barcos na raia só no circuito, a classe HPE vive um momento histórico. A categoria reúne atletas profissionais e atrai atenção pelo alto desempenho e emoção nas regatas. O Relaxa Next/Caixa (Roberto Mangabeira) saiu na frente na temporada. Com duas vitórias nas regatas finais, a equipe, que conta com velejadores campeões mundiais e pan-americanos, como Maurício Santa Cruz, ultrapassou os adversários e ficou com o ouro.

"Resolvemos ser mais agressivos, nos concentrados no último dia e os resultados apareceram. Nas provas deste domingo, entramos na água mais concentrados e cada um sabia o que tinha que fazer a bordo. Agora, que venha o Campeonato Brasileiro", comemorou Roberto Mangabeira. Em segundo lugar está o Ginga (Breno Chvaicer) e em terceiro apareceu Repeteco (Fernando Haaland). As equipes estão entres as favoritas ao título do Campeonato Brasileiro de HPE 2013, que será também no Yacht Club de Ilhabela (YCI), nos dias 18, 19, 25 e 26 de maio.

Na C30, 100% de aproveitamento para a tripulação mais profissional da Copa Suzuki Jimny 2013, a TNT Loyal (Marcelo Massa). Mas a evolução dos adversários, inclusive com mais um barco na raia, o Caballo Loco (Mauro Dottori), deu mais equilíbrio. "Foi um esforço supremo. Em uma das regatas, o TNT Loyal ganhou por menos de meio metro. Isso demonstra que a classe está bem competitiva. A diferença é muito pequena e a tendência é que até a Rolex Ilhabela Sailing Week o time do Massa tenha que suar mais", explicou o comandante do Barracuda, Humberto Diniz.

Prefeito de Ilhabela prestigia Copa Suzuki Jimny - Antônio Colucci participou da primeira etapa da Copa Suzuki Jimny visitando o Yacht Club de Ilhabela (YCI). O prefeito de Ilhabela ficou surpreso com o número recorde de barcos na raia e destacou a importância do evento. A organização recebeu 50 inscrições de veleiros para as regatas. "Fico feliz e surpreso com a adesão das equipes da Copa Suzuki Jimny. Grandes patrocinadores e atletas ajudam a incentivar a vela oceânica na cidade. Temos uma raia espetacular para a prática da modalidade. O município se interessa pelo esporte e por outras questões importantes, como o saneamento básico. Desde 2009, nossa administração cuida da qualidade da água tratando o esgoto".

Copa Suzuki Jimny - Resultados da primeira etapa
ORC - 5 regatas e 1 descarte 
Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
 Lexus/Chroma Luiz Gustavo de Crescenzo 2+1+2+2+2 7
Orson/Mapfre Carlos Eduardo Souza e Silva 1+2+3+3+6 9
Tangaroa Germano Pestana 7+7+1+1+1 10
C30 - 7 regatas e 1 descarte
Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
TNT/Loyal Marcelo Massa 1+1+1+1+1+1+1 6
Barracuda Humberto Diniz 2+4+2+2+2+2+2 12
+Realizado José Luiz Apud 3+2+3+3+3+3+4 17
HPE - 7 regatas e 1 descarte
Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
Relaxa Next/Caixa  Roberto Mangabeira 1+7+12+1+9+1+1 20
Ginga Breno Chvaicer 3+5+9+3+3+3+19 26
Repeteco Fernando Haaland 8+1+7+2+1+12+8 27
RGS-A - 5 regatas e 1 descarte
Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
Jazz Valéria Ravani 1+1+2+3+1 5
BL3 Wind Náutica Clauberto Andrade 6+3+1+4+2 10
Maria Preta José Barretti 3+6+3+1+3 10
RGS-B - 5 regatas e 1 descarte
Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
Asbar II Sergio Klepacz 2+2+1+1+2 6
Suduca Marcelo Claro 1+1+2+2+5 6
Fram Fantasma Reginaldo Costa 6+6+3+3+1 13
RGS-C - 5 regatas e 1 descarte
Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
Rainha Paulo Eduardo 3+2+1+1+1 5
Ariel Andreas Kubler 1+1+2+2+2 6
RGS-Cruiser - 5 regatas e 1 descarte
Veleiro Comandante Somatória Pontos perdidos
Boccalupo Claudio Melaragno 1+1+3+1+2 5
Brazuca José Rubens Bueno 2+4+1+4+1 7
Cocoon Luiz Caggiano 6+5+2+2+3 12

Redação: Estrela Náutica
Fonte:
ZDL de Comunicação


 


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.