Instagram
Voltar

NOTÍCAS / ESPORTES NÁUTICOS

Mineiro aproveitou o dia para treinar no Postinho Fonte: Daniel Smorigo
  • Slater e Teco Padaratz durante a coletiva Fonte: Daniel Smorigo
  • Billabong Rio Pro 2013 - Gabriel Medina Fonte: Hilleman

MAIS ESPORTES NÁUTICOS

Anterior Próxima

Billabong Rio Pro: Adriano de Souza afirma estar bem treinado e confiante

08/05/2013 -

A organização do Billabong Rio Pro decidiu adiar o início na terceira etapa do circuito mundial na Barra da Tijuca. O head judge Rich Porta chegou a colocar o evento em stand by esperando uma melhora das condições durante o final da manhã, mas diante da expectativa de boas condições para os próximos dias, decidiu pelo lay day no primeiro dia do prazo de realização do evento masculino.

O mesmo aconteceu para o Colgate Plax Pro, o evento feminino do ASP World Tour, que conta com a participação da brasileira Silvana Lima.

Prevemos que as condições devem melhorar ao longo dos próximos dias e voltaremos novamente amanhã de manhã para fazer outra chamada”, disse Rich Porta, Head Judge da ASP.

A chamada está marcada para as 6h30min, com possível início às 7h, com a bateria da triagem que define o último classificado para o evento principal.


Exímio competidor, o 11 vezes campeão do mundo Kelly Slater esteve na entrevista coletiva do Billabong Rio Pro comandada por Teco Padaratz Padaratz – detentor da licença de realização da etapa brasileira – na tarde desta terça-feira e mesmo fora da água, já tratou de passar a pressão para o brasileiro Adriano de Souza, que chega ao Rio embalado pela vitória no Rip Curl Pro Bells Beach. Quando perguntado sobre o confronto com os brasileiros, o maior ídolo do esporte em todos os tempos respondeu: “Nós vemos todos falarem do Gabriel Medina, que chegou com tudo no WCT, ganhando etapas, mas o brasileiro a ser batido no circuito é o Adriano (de Souza). Ele é sempre o mais bem colocado no ranking até agora e nós já tivemos alguns duelos muito bons. Uma particularidade dele é que não desiste nunca e sempre dá bastante trabalho para os adversários. No começo ganhei algumas dele, mas depois ele foi dando o troco, me venceu também. A final em Portugal acho que foi a mais marcante, porque tinha altas ondas em Supertubos, o mar estava clássico e ele venceu.

No ano passado, contundido, Kelly Slater não competiu no Brasil e sua ausência pode ter custado o título conquistado por Joel Parkinson. Slater foi o principal alvo das perguntas dos repórteres e atendeu a todos, com longas respostas, ficando ainda para as exclusivas com as TVs e entrevistas dos outros jornalistas que compareceram em grande número na coletiva de imprensa. Slater parecia feliz, relaxado, falou sobre vários assuntos e foi o último atleta a deixar a sala.


Adriano de Souza, atual número 4 e um dos convidados da entrevista coletiva conduzida pelo catarinense Teco, falou sobre os confrontos com Kelly Slater: “Acho que nos meus três primeiros anos na elite só perdia pra ele, mas fui aprendendo com as derrotas, ganhando experiência e sempre me espelhando no surfe dele (Kelly Slater), sua maneira de surfar, de competir, até que consegui ganhar também algumas baterias. Acho que a vantagem ainda é dele, apesar de que tem outros adversários também muito difíceis de bater no Tour, como o próprio Joel Parkinson, o Mick Fanning, entre outros, enfim, o grupo atual da elite é muito forte”.

O atleta da Pena também comentou a vitória em Bells Beach e a possibilidade de assumir novamente o posto de número um do ranking, como aconteceu em 2011, quando venceu a etapa brasileira no Tour. “Foi realmente muito importante para mim e para o surfe brasileiro vencer lá em Bells. Foi a primeira vitória de um brasileiro em mais de 50 anos de história deste evento. Só o Teco (Padaratz) tinha feito uma final em Bells, com o Damien Hardman. E, eu enfrentei grandes adversários, como o bicampeão mundial Mick Fanning e o Jordy Smith que estava muito bem no campeonato, por exemplo. Estou bem treinado, confiante, então espero conseguir surfar bem aqui também, mas sei que o caminho até a final é muito difícil pelo nível técnico de todos os adversários, que é bastante alto”, garantiu Adriano.

Já o paulista Gabriel Medina mostrou que está recuperado de uma lesão sofrida no Quiksilver Gold Coast, a primeira etapa do ASP World Tour, disputada na Austrália. O surfista de Maresias está no Rio de Janeiro e aproveitou os dias que antecedem o Billabong Rio Pro para treinar nas ondas do Postinho, palco principal da competição. Com dois resultados ruins no início da temporada, o prodígio do surfe brasileiro precisa de um bom resultado na etapa carioca para ganhar confiança. Medina está escalado para a oitava bateria diante do americano C.J. Hobgood e do havaiano DustyPayne (vencedor do Prime de Margaret River).

Para a segunda bateria – contra os aussies Matt Wilkinson e Yadin Nicol – Adriano de Souza treinou na segunda-feira (6) na Barra da Tijuca, em ondas de 1 a 1,5 metro na série. O vídeo foi feito pela TV Pena, patrocinadora do atleta desde o início do ano.

Confira também o treino de Gabriel Medina
www.youtube.com/watch?v=5D9ZpFjKiy0

BILLABONG RIO PRO ROUND 1
H1: Josh Kerr (AUS), Alejo Muniz (BRA), Patrick Gudauskas (EUA)
H2: Adriano de Souza (BRA), Matt Wilkinson (AUS), Yadin Nicol (AUS)
H3: Taj Burrow (AUS), Sebastian Zietz (HAV), wildcard
H4: Mick Fanning (AUS), Filipe Toledo (BRA), wildcard
H5: Joel Parkinson (AUS), Miguel Pupo (BRA), wildcard
H6: Kelly Slater (EUA), Kieren Perrow (AUS), wildcard
H7: Julian Wilson (AUS), Travis Logie (AFS), Glenn Hall (IRL)
H8: Gabriel Medina (BRA), Damien Hobgood (EUA), Dusty Payne (HAV)
H9: Jeremy Flores (FRA), Nat Young (EUA), Raoni Monteiro (BRA)
H10: Jordy Smith (AFS), Kai Otton (AUS), Adam Melling (AUS)
H11: Michel Bourez (TAH), Bede Durbidge (AUS), Brett Simpson (EUA)
H12: C.J. Hobgood (EUA), Adrian Buchan (AUS), Kolohe Andino (EUA)

COLGATE PLAX GIRLS RIO PRO ROUND 1
H1: Lakey Peterson (EUA), Bianca Buitendag (AFS), Rebecca Woods (AUS)
H2: Sally Fitzgibbons (AUS), Paige Hareb (NZL), Sage Erickson (EUA)
H3: Carissa Moore (HAV), Silvana Lima (BRA), wildcard
H4: Tyler Wright (AUS), Malia Manuel (HAV), Phillip Anderson (AUS)
H5: Courtney Conlogue (EUA), Laura Enever (AUS), Alize Arnaud (FRA)
H6: Coco Ho (HAV), Alana Blanchard (HAV), Pauline Ado (FRA)


Redação Estrela Náutica
Fonte:
João Carvalho/Assessoria de Imprensa do Billabong Rio Pro


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.