Instagram
Voltar

NOTÍCAS / ESPORTES NÁUTICOS

Quiksilver Saquarema Prime - Ramzi Boukhiam (MAR) Fonte: Pedro Monteiro/Adding
  • Quiksilver Saquarema Prime - Gabriel Medina (BRA) Fonte: Daniel Smorigo/ASP
  • Quiksilver Saquarema Prime - Evan Geiselman (EUA) Fonte: Daniel Smorigo/ASP
  • Quiksilver Saquarema Prime - Matt Wilkinson (AUS) Fonte: Daniel Smorigo/ASP
  • Quiksilver Saquarema Prime - Nic Von Rupp (ALE) Fonte: Daniel Smorigo/ASP
  • Quiksilver Saquarema Prime - Raoni Monteiro (BRA) Fonte: Daniel Smorigo/ASP

MAIS ESPORTES NÁUTICOS

Anterior Próxima

Coca-Cola apresenta Quiksilver Saquarema Prime: Marroquino rouba a cena

23/05/2013 -

O Maracanã do surfe brasileiro já comprovou sua fama no primeiro dia do Coca-Cola apresenta Quiksilver Saquarema Prime. A Praia de Itaúna mostrou a potência das suas ondas nas séries pesadas de 4-6 pés (1,2 a 1,8 metro) na quarta-feira para a abertura da segunda etapa do ASP World Prime do ano na "Cidade do Surf" da Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Surfistas de dezessete países, incluindo quinze dos top-34 da elite do WCT, estão em Saquarema para disputar os 6.500 pontos no ranking mundial unificado da ASP, com todos os 96 participantes entrando na primeira fase iniciada nas boas ondas da quarta-feira na Praia de Itaúna.

Os grandes destaques do dia foram o brasileiro Gabriel Medina e o marroquino Ramzi Boukhiam, que bateu todos os recordes que o fenômeno de Maresias tinha acabado de registrar nas esquerdas poderosas de Itaúna. Na 13ª das dezesseis baterias realizadas na quarta-feira, Medina ganhou nota 9,43 na sua melhor onda e totalizou 18,36 pontos de 20 possíves. E no confronto seguinte, Boukhiam atingiu 18,47 pontos somando notas 9,80 e 8,67 na vitória sobre os havaianos Granger Larsen e Torrey Meister e o porto-riquenho Brian Toth.

"Estou muito feliz. Estava muito difícil de competir, mas consegui pegar duas ondas muito boas e quero agradecer a toda minha equipe, porque eu precisei muito do preparo físico pra enfrentar essas condições difíceis do mar", falou Ramzi Boukhiam. "É a primeira vez que eu venho competir aqui em Saquarema e achei as ondas muito boas, fortes e já estão falando pra mim que vai aumentar ainda mais, então estou muito feliz por continuar no campeonato".

Gabriel Medina também estreou batendo todos os recordes do Quiksilver Saquarema Prime 2013. Recebeu nota 9,43 na sua melhor onda e ainda tirou uma 8,93 para alcançar 18,36 pontos. Até a sua vitória sobre o havaiano Kiron Jabour, o neozelandês Billy Stairmand e o saquaremense Yan Guimarães, as maiores marcas eram do havaiano Dusty Payne, que tinha feito 17,17 pontos com a nota 9,27 da sua melhor apresentação.

"É bom estrear com boas notas em um campeonato importante como esse", disse Gabriel Medina. "Estou amarradão em estar aqui em Saquarema de novo. Aqui sempre dá altas ondas, no ano passado consegui um bom resultado e quero tentar ser melhor ainda. O mar não está fácil. Até tentei dar um aéreo ali, mas a onda é muito volumosa, então as manobras são outras, meio que feijão com arroz mesmo. As batidas e rasgadas fortes é o que valem aqui e estou feliz por ter achado boas ondas para vencer a bateria com grandes notas".

LOCAL DE SAQUAREMA

Quase metade das estrelas do WCT ficou no Brasil para participar do Quiksilver Saquarema Prime. O primeiro a se apresentar foi o carioca Raoni Monteiro, que mora em Saquarema e compete em casa na Praia de Itaúna. Ele estreou derrotando três estrangeiros na terceira bateria do dia. O australiano Davey Cathels passou em segundo lugar, com o norte-americano Andrew Doheny e o espanhol do País Basco, Hodei Collazo, sendo eliminados na primeira rodada da competição iniciada nas grandes ondas da quarta-feira.

"O mar subiu bastante de um dia pro outro. Ontem (terça-feira) estava com meio metro de onda, hoje (quarta-feira) já tem séries de dois metros. É uma onda difícil de surfar, meio balançada, mas bom que consegui vencer a bateria", falou Raoni Monteiro. "Mesmo assim, as ondas estão com uma boa parede pras manobras, com força e é só pegar a certa que você vai tirar notão. Dei sorte que o Hodei (Collazo) desistiu de uma onda, peguei ela mais no rabo, mas reformou embaixo e foi minha melhor onda. Estou surfando em casa, confiante, com torcida a meu favor, então é ir passo a passo pra ver até onde posso chegar".

DEFENSOR DO TÍTULO

Outra estrela da elite mundial que estreou com vitória foi o defensor do título do Quiksilver Saquarema Prime, Matt Wilkinson. O australiano venceu o quinto confronto do dia, contra o seu compatriota, Heath Joske, o brasileiro Halley Batista e o único representante da ilha Guadalupe, Charles Martin. Na segunda fase, Wilko enfrenta os brasileiros Jessé Mendes e Jadson André e o havaiano Dusty Payne.

"Foi muito difícil porque fiquei muito tempo parado esperando as ondas aparecerem", ressaltou Matt Wilkinson. "Era preciso ter sorte na escolha e estar bem posicionado para não errar. Quando a onda apareceu, eu tive que fazer o melhor possível porque talvez não tivesse uma segunda chance. E foi isso o que eu fiz. Tive sorte de achar outra onda mais fraca no final para passar e deu tudo certo. Estou aqui com objetivo de vencer novamente o campeonato, vim aqui para isso e não para perder".

TOP ELIMINADO

Já o primeiro top da elite mundial a ser eliminado logo em sua estreia no Quiksilver Saquarema Prime foi uma das sensações do Brasil no WCT, o paulista Filipe Toledo. Ele acabou em último na bateria em que o alemão Nic Von Rupp derrotou três brasileiros. O paulista Jessé Mendes se classificou em segundo lugar, mas o outro carioca que mora em Saquarema, Leonardo Neves, acabou sendo barrado junto com Filipe Toledo.

"Bateria muito difícil, contra o Filipe (Toledo) que vem surfando muito bem no WCT, o Jessé (Mendes) também e o Leonardo Neves, que é daqui e é muito experiente", destacou Nic Von Rupp. "O mar está bem difícil, mas consegui pegar uma onda muito boa para acertar duas manobras fortes e ganhar uma nota na casa dos 8 pontos que me garantiu a classificação. Eu nunca tinha vindo aqui pra Saquarema e gostei bastante, a onda tem força como várias praias que costumo surfar em Portugal, onde eu moro, então praticamente me senti em casa aqui".

VAGAS NO WCT

O objetivo de todos é vencer em Saquarema, principalmente aqueles que não fazem parte do grupo atual dos top-34 do WCT. É o caso do potiguar Jadson André, que saiu da elite no ano passado e pretende ingressar na lista dos dez indicados pelo ASP World Ranking aqui no Brasil. No momento, estão previstas no calendário mundial de 2013 apenas oito etapas com nível "Prime", que são as principais na luta por vagas na elite, com a vitória valendo os mesmos 6.500 pontos de um terceiro lugar nas provas do WCT.

"Sem dúvida, são poucos Primes esse ano, então tem que fazer o máximo de pontos possíveis porque meu objetivo mesmo é voltar para a elite", sentenciou Jadson André. "O mar está mudando bastante a cada bateria, então tem que ficar esperto. Essa onda aqui de Saquarema é super difícil de surfar e a que você pegar tem que fazer de tudo pra tirar uma boa nota. Eu comecei bem rápido a bateria com uma nota 6 e pouco, que é bom para essas condições difíceis de mar, mas eu não sabia minha situação. Não consegui ouvir as notas e só soube que estava passando a bateria nos minutos finais, aí fiquei um pouco mais tranquilo".

Outro que está correndo atrás da classificação para o WCT é o jovem Evan Geiselman, de 19 anos apenas, que bateu até o top da elite, seu compatriota Brett Simpson, no nono confronto do dia. Os dois fizeram uma dobradinha norte-americana contra o bicampeão brasileiro Messias Felix, do Ceará, e o paraibano Jano Belo.

"As condições do mar mudaram muito em relação à hoje (quarta-feira) de manhã", constatou Evan Geiselman, que ocupa a 54ª posição no ranking que está garantindo até o 32º colocado no WCT de 2014. "A maré encheu, mas ainda assim eu consegui escolher boas ondas para vencer a bateria. Foi difícil, com o Brett (Simpson) na minha cola o tempo todo, mas no fim deu tudo certo e estou muito feliz por ter passado pra segunda fase, até porque a gente sabe que vai dar altas ondas nesta semana aqui".

INÍCIO AS 7H00

No primeiro dia, foram realizadas dezesseis das 24 baterias da primeira fase. A 17ª, entre o sul-africano Travis Logie e os brasileiros Heitor Alves (CE), Simão Romão (RJ) e Peterson Crisanto (PR), ficou para começar às 7h00 da quinta-feira na Praia de Itaúna. As previsões indicam que as ondas vão continuar bombando nos próximos dias e o show de surfe está garantido em Saquarema até o fim de semana.

Transmissão ao vivo
www.quiksilver.com.br/primesaquarema13 


PRIMEIRA FASE DO QUIKSILVER SAQUAREMA PRIME
1.a: 1-Bernardo Pigmeu (BRA), 2-Ezekiel Lau (HAV), 3-Lincoln Taylor (AUS), 4-Manuel Selman (CHL)
2.a: 1-Stu Kennedy (AUS), 2-Caio Ibelli (BRA), 3-Jonathan Gonzalez (CNY), 4-Garrett Parkes (AUS)
3.a: 1-Raoni Monteiro (BRA), 2-Davey Cathels (AUS), 3-Andrew Doheny (EUA), 4-Hodei Collazo (ESP)
4.a: 1-Perth Standlick (AUS), 2-Alejo Muniz (BRA), 3-Nathaniel Curran (EUA), 4-Alex Ribeiro (BRA)
5.a: 1-Matt Wilkinson (AUS), 2-Heath Joske (AUS), 3-Charles Martin (GLP), 4-Halley Batista (BRA)
6.a: 1-Dusty Payne (HAV), 2-Marlon Lipke (PRT), 3-Nathan Hedge (AUS), 4-Adrien Toyon (FRA)
7.a: 1-Dion Atkinson (AUS), 2-Jadson André (BRA), 3-Romain Cloitre (FRA), 4-Gony Zubizarreta (ESP)
8.a: 1-Nic Von Rupp (ALE), 2-Jessé Mendes (BRA), 3-Leonardo Neves (BRA), 4-Filipe Toledo (BRA)
9.a: 1-Evan Geiselman (EUA), 2-Brett Simpson (EUA), 3-Jano Belo (BRA), 4-Messias Felix (BRA)
10: 1-Kolohe Andino (EUA), 2-Michael Dunphy (EUA), 3-Luel Felipe (BRA), 4-Gabe Kling (EUA)
11: 1-Shaun Joubert (AFR), 2-Mitchel Coleborn (AUS), 3-Hizunomê Bettero (BRA), 4-Keanu Asing (HAV)
12: 1-Tanner Gudauskas (EUA), 2-Cristobal de Col (PER), 3-Cory Arrambide (EUA), 4-Gustavo Fernandes (BRA)
13: 1-Gabriel Medina (BRA), 2-Kiron Jabour (HAV), 3-Yan Guimarães (BRA), 4-Billy Stairmand (NZL)
14: 1-Ramzi Boukhiam (MAR), 2-Granger Larsen (HAV), 3-Brian Toth (PRI), 4-Torrey Meister (HAV)
15: 1-Mitch Crews (AUS), 2-Glenn Hall (IRL), 3-Ricardo dos Santos (BRA), 4-Flavio Nakagima (BRA)
16: 1-Gabriel Villaran (PER), 2-Tomas Hermes (BRA), 3-Miguel Pupo (BRA), 4-Jean da Silva (BRA)
- - - - - - - ficaram para abrir a quinta-feira:
17: Travis Logie (AFR), Peterson Crisanto (BRA), Heitor Alves (BRA), Simão Romão (BRA)
18: Willian Cardoso (BRA), Chris Ward (EUA), Cory Lopez (EUA), David do Carmo (BRA)
19: Jay Thompson (AUS), Marc Lacomare (FRA), Matt Banting (AUS), Beyrick De Vries (AFR)
20: Sebastian Zietz (HAV), Maxime Huscenot (FRA), Joan Duru (FRA), Eric Geiselman (EUA)
21: Damien Hobgood (EUA), Wiggolly Dantas (BRA), Vincent Duvignac (FRA), Kai Barger (HAV)
22: Adam Melling (AUS), Patrick Gudauskas (EUA), Nathan Yeomans (EUA), Gavin Gillette (HAV)
23: Aritz Aranburu (ESP), Tom Whitaker (AUS), Mason Ho (HAV), Luke Davis (EUA)
24: Jeremy Flores (FRA), Jack Freestone (AUS), Dale Staples (AFR), Yuri Sodré (BRA)

SEGUNDA FASE - ROUND OF 48 - baterias formadas com os resultados da quarta-feira
1.a: Alejo Muniz (BRA), Stu Kennedy (AUS), Davey Cathels (AUS), Bernardo Pigmeu (BRA)
2.a: Raoni Monteiro (BRA), Caio Ibelli (BRA), Ezekiel Lau (HAV), Perth Standlick (AUS)
3.a: Matt Wilkinson (AUS), Dusty Payne (HAV), Jadson André (BRA), Jessé Mendes (BRA)
4.a: Dion Atkinson (AUS), Marlon Lipke (PRT), Heath Joske (AUS), Nic Von Rupp (ALE)
5.a: Kolohe Andino (EUA), Evan Geiselman (EUA), Mitchel Coleborn (AUS), Cristobal de Col (PER)
6.a: Brett Simpson (EUA), Tanner Gudauskas (EUA), Shaun Joubert (AFR), Michael Dunphy (EUA)
7.a: Gabriel Medina (BRA), Glenn Hall (IRL), Tomas Hermes (BRA), Ramzi Boukhiam (MAR)
8.a: Granger Larsen (HAV), Mitch Crews (AUS), Kiron Jabour (HAV), Gabriel Villaran (PER)

Redação Estrela Náutica
Fonte:
Assessoria de imprensa

 


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.