Instagram
Voltar

NOTÍCAS / ESPORTES NÁUTICOS

John John Florence domina os tubos em Fiji Fonte: Steve Robertson/ASP
  • Adriano de Souza perde a liderança do WCT Fonte: Steve Robertson/ASP
  • Jordy Smith (AFR) assume a liderança do WCT Fonte: Steve Robertson/ASP
  • Nat Young (EUA) surfa 3 sessões de tubos seguidas Fonte: Steve Robertson/ASP
  • Taj Burrow não encontrou muitas onda, mas passou Fonte: Kirstin Scholtz/ASP

MAIS ESPORTES NÁUTICOS

Anterior Próxima

Volcom Fiji Pro: nenhum brasileiro passa pela repescagem

06/06/2013 -

Depois de um dia parado, o Volcom Fiji Pro retornou na quinta-feira e a repescagem foi indigesta para os brasileiros em Restaurants, na ilha de Tavarua, em Fiji. Nenhum conseguiu passar para a terceira fase. Adriano de Souza foi quem chegou mais perto da classificação, mas foi derrotado por 17 décimos pelo australiano Yadin Nicol e já perdeu a liderança do ranking mundial para o sul-africano Jordy Smith. Gabriel Medina, Alejo Muniz e Filipe Toledo também não acharam os tubos nas suas baterias e o Brasil fica mesmo só com Miguel Pupo e Heitor Alves, que estrearam com vitórias no quarto desafio do ASP World Tour 2013.

A qualidade das ondas variou bastante durante o dia em Restaurants, palco do segundo dia de competição no Volcom Fiji Pro. A maioria dos brasileiros competiu numa hora ruim do mar, sem tantos tubos como os que o havaiano John John Florence pegou quando as séries bombavam longos canudos de 6-8 pés (1,8 a 2,4 metros) na tarde da quinta-feira. Mestre em esquerdas tubulares, como as da sua casa em Pipeline, ele arrancou a segunda nota 10 do campeonato e aumentou o recorde de placar para 19,80 pontos, descartando ainda um 9,40, nota que também aparece entre as dez maiores no WCT de Fiji esse ano.

"Essas foram as melhores ondas que já surfei aqui em Fiji", disse John John Florence, que disputou três baterias na quinta-feira. Foi mandado para a repescagem pelo californiano Brett Simpson no último confronto da primeira fase, depois fez estes recordes contra o australiano Bede Durbidge e já passou para a quarta rodada despachando o americano Damien Hobgood no penúltimo duelo do dia. "O mar ficou alucinante agora à tarde. Restaurants é uma onda incrível, uma máquina de tubos e com o vento certo fica simplesmente perfeita".

Depois da apresentação recorde de John John Florence, Filipe Toledo entrou no mar para fechar a repescagem na última chance de classificação verde-amarela para a terceira fase. Mas, quem aproveitou a boa condição do mar foi o norte-americano Nat Young. Ele abriu a bateria surfando três sessões de tubos combinados com três manobras em uma longa esquerda em Restaurants para largar na frente com nota 9,2. O brasileiro ficou com a prioridade de escolha da próxima onda, mas o californiano pegou uma que ele deixou passar e os tubos foram abrindo de novo pra ele, que praticamente liquidou a fatura com nota 9,03 para completar o terceiro maior placar da repescagem, 18,23 pontos.

"Essas podem ter sido as melhores ondas que já surfei na vida", disse Nat Young. "Esta ilha é muito perfeita, praticamente um paraíso. Para mim que nunca tinha estado aqui, foi importante chegar antes para treinar nas duas ondas do campeonato (Cloudbreak e Restaurants). Foi difícil de manhã com os ventos mais fortes, mas agora à tarde sem vento e com ondas maiores ficou perfeito para você surfar os tubos, muito divertido".

Filipe Toledo era o último brasileiro com chances matemáticas de brigar pela liderança do ranking mundial no Volcom Fiji Pro. Gabriel Medina também fracassou e Adriano de Souza já caiu do primeiro para o terceiro lugar com a derrota para Yadin Nicol por 12,77 a 12,60 pontos em mais uma bateria sem muitos tubos em Restaurants. No duelo seguinte, eles apareceram para Joel Parkinson atingir 18,34 pontos, marca só superada pelo novo recordista absoluto, John John Florence.

Apesar das ótimas condições em alguns momentos, a irregularidade do mar no decorrer do dia foi comprovada depois da vitória de Parko surfando altas ondas contra o havaiano Dusty Payne. Na disputa seguinte, não entrou quase nada para o confronto de Taj Burrow com Adam Melling. Burrow levou a melhor por 7,87 a 7,76 nas duas notas computadas de cada um, mas depois surfou boas ondas na abertura da terceira fase para despachar o havaiano Fredrick Patacchia. Nas baterias de Gabriel Medina e Alejo Muniz, a condição do mar também não estava boa, com poucas séries entrando em Restaurants.

Vice-campeão em Fiji na final contra Kelly Slater no ano passado, Medina foi batido por 11,50 a 9,67 pontos pelo americano Kolohe Andino. No duelo seguinte, Alejo Muniz também não achou os tubos contra o australiano Julian Wilson, que venceu por 13,93 a 9,04. Com as derrotas, Mineirinho, Medina, Alejo e Filipe, ficaram em 25º lugar com apenas 500 pontos na quarta etapa do WCT 2013, recebendo 8.000 dólares pelas participações no Volcom Fiji Pro.

As três primeiras baterias da terceira fase fecharam a quinta-feira em Restaurants e o paulista Miguel Pupo está na quarta com o francês Jeremy Flores. Este duelo ficou para abrir o próximo dia de competição nas Ilhas Fiji. O outro brasileiro, Heitor Alves, que surfou grandes tubos em Cloudbreak na terça-feira, vai enfrentar o bicampeão mundial Mick Fanning na sétima bateria, logo após o confronto do defensor do título desta etapa, Kelly Slater, com o nota 10 da primeira fase, Mitchel Coleborn.

Slater não compareceu para estrear na primeira fase porque ficou na Flórida para acompanhar o nascimento do seu sobrinho. Ele estreou direto no primeiro duelo da repescagem e não teve dificuldades para superar o surfista local das Ilhas Fiji, Aca Lalabalavu. Joel Parkinson foi outro que deu w.o na primeira fase, pois tinha saído para pescar achando que o campeonato não começaria na terça-feira. Parko pegou bons tubos para derrotar o havaiano Dusty Payne e também avançou para a terceira fase do Volcom Fiji Pro.

O quarto desafio do ASP World Tour 2013 tem prazo até o dia 14 para ser encerrado em Fiji e está sendo transmitido ao vivo pela internet, com o link podendo ser acessado clicando-se no banner do evento na capa do www.aspsouthamerica.com.

TERCEIRA FASE - Vitória=Quarta Fase / Derrota=13º lugar - US$ 9.000 e 1.750 pontos

1ª: Taj Burrow (AUS) 18.10 x 12.33 Fredrick Patacchia (HAV)
2ª: John John Florence (HAV) 16.10 x 16.06 Damien Hobgood (EUA)
3ª: Jordy Smith (AFR) 18.30 x 14.00 Kieren Perrow (AUS)

- - - - - - baterias que vão abrir o próximo dia
4ª: Jeremy Flores (FRA) x Miguel Pupo (BRA)
5ª: Kai Otton (AUS) x Sebastian Zietz (HAV)
6ª: Kelly Slater (EUA) x Mitchel Coleborn (AUS)
7ª: Mick Fanning (AUS) x Heitor Alves (BRA)
8ª: C. J. Hobgood x Travis Logie (AFR)
9ª: Josh Kerr (AUS) x Brett Simpson (EUA)
10: Julian Wilson (AUS) x Kolohe Andino (EUA)
11: Nat Young (EUA) x Matt Wilkinson (AUS)
12: Joel Parkinson (AUS) x Yadin Nicol (AUS)

SEGUNDA FASE - REPESCAGEM - Vitória=Terceira Fase / Derrota=25º lugar - US$ 8.000 e 500 pontos

1ª: Kelly Slater (EUA) 16.27 x 10.90 Aca Lalabalavu (FIJ)
2ª: Mick Fanning (AUS) 14.67 x 6.26 Alex Gray (EUA)
3ª: Yadin Nicol (AUS) 12.77 x 12.60 Adriano de Souza (BRA)
4ª: Joel Parkinson (AUS) 18.47 x 15.53 Dusty Payne (HAV)
5ª: Taj Burrow (AUS) 7.87 x 7.76 Adam Melling (AUS)
6ª: Jordy Smith (AFR) 13.50 x 8.43 Glenn Hall (IRL)
7ª: Kolohe Andino (EUA) 11.50 x 9.67 Gabriel Medina (BRA)
8ª: Julian Wilson (AUS) 13.93 x 9.04 Alejo Muniz (BRA)
9ª: Matt Wilkinson (AUS) 15.57 x 10.33 Michel Bourez (TAH)
10: Sebastian Zietz (HAV) 17.10 x 17.06 Adrian Buchan (AUS)
11: John John Florence (HAV) 19.80 x 12.83 Bede Durbidge (AUS)
12: Nat Young (EUA) 18.23 x 7.60 Filipe Toledo (BRA)

PRIMEIRA FASE DO VOLCOM FIJI PRO – 1º=Terceira Fase / 2º e 3º=Repescagem

- - - - - - baterias que abriram a quinta-feira
11ª: 1-Jeremy Flores (FRA)=17.80, 2-Nat Young (EUA)=12.93, 3-Kolohe Andino (EUA)=9.10
12ª: 1-Brett Simpson (EUA)=13.20, 2-John John Florence (HAW)=12.40, 3-Adrian Buchan (AUS)=11.00

- - - - - - baterias realizadas na terça-feira
1ª: 1-Fredrick Patacchia (HAW)=15.20, 2-Sebastian Zietz (HAW)=14.50, 3-Jordy Smith (AFR)=11.00
2ª: 1-Travis Logie (AFR)=10.06, 2-Yadin Nicol (AUS)=6.67, 3-Taj Burrow (AUS)=4.90
3ª: 1-Heitor Alves (BRA)= 18.63, 3-Matt Wilkinson (AUS)=15.33, w.o-Joel Parkinson (AUS)
4ª: 1-Mitchel Coleborn (AUS)=19.33, 2-Alejo Muniz (BRA)=6.60, 3-Adriano de Souza (BRA)=5.77
5ª: 1-Damien Hobgood (EUA)=17.47, 2-Mick Fanning (AUS)=17.23, 3-Alex Gray (EUA)=6.23
6ª: 1-Miguel Pupo (BRA)=12.00, 2-Aca Lalabalavu (FIJ)=8.50, w.o-Kelly Slater (EUA)
7ª: 1-Kai Otton (AUS)=17.43, 2-Dusty Payne (HAW)=14.36, 3-Gabriel Medina (BRA)=10.53
8ª: 1-Kieren Perrow (AUS)=12.57, 2-Julian Wilson (AUS)=8.50, 3-Bede Durbidge (AUS)=7.60
9ª: 1-Josh Kerr (AUS)=17.66, 2-Adam Melling (AUS)=13.36, 3-Filipe Toledo (BRA)=13.27
10: 1-C. J. Hobgood (EUA)=16.34, 2-Glenn Hall (IRL)=13.67, 3-Michel Bourez (TAH)=10.63

Redação Estrela Náutica
Fonte:
Assessoria de imprensa

 


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.