Instagram
Voltar

NOTÍCAS / NOTÍCIAS / ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Resgate Mar Sem Fim Fonte: Blog Mar Sem Fim
  • Fonte: Blog Mar Sem Fim
  • Fonte: Blog Mar Sem Fim
  • Fonte: Blog Mar Sem Fim
  • Fonte: Blog Mar Sem Fim
  • Fonte: Blog Mar Sem Fim
  • Fonte: Radio Polar
  • Fonte: Radio Polar

MAIS NOTÍCIAS

Anterior Próxima

Resgate do trawler Mar Sem Fim na Antártida e sua história

04/02/2013 -

Em abril de 2012, João Lara Mesquita escreveu um posto no Blog do Mar, onde registrava sua viagem à Antártica para produzir um documentário sobre o continente gelado: O Mar Sem Fim luta por sua sobrevivência. “Hoje, dia 5/4, a temperatura desceu para menos 9 graus centígrados. O furacão deve entrar esta noite ou madrugada. São esperados 80 nós de vento (cerca de 150 quilômetros por hora). A temperatura deve cair para menos 14 ºC. Nunca torci tanto para uma previsão estar errada. Este será o dia decisivo para o Mar Sem Fim.”

Palavras proféticas. Na tarde de 7 de abril, o Mar Sem Fim teve seu destino selado: o fundo gelado da Baía Maxwel, na Enseada Ardley, em frente à Base Chilena Presidente Eduardo Frei Montalva. Este era o trawler de 20 metros de aço que o jornalista e ex-diretor da rádio Eldorado usava, em substituição ao veleiro, em suas expedições em defesa do meio-ambiente. O Mar Sem Fim, avaliado em 700 mil dólares, tinha seguro.

O naufrágio se deu, segundo a Marinha, provavelmente, pela compressão sofrida pelo acúmulo de gelo ao redor da embarcação, que também impede o acesso à Baía Maxwel pelos navios da Marinha do Brasil Ary Rongel e Almirante Maximiano, que já haviam deixado a Estação Antártica Comandante Ferraz em direção à cidade de Punta Arenas, para regresso ao Brasil.

Não houve vítimas. Antes do naufrágio, os quatro tripulantes do trawler, entre eles João Lara e Plínio, haviam sido resgatados por três chilenos e levados à Base Eduardo Frei.

Recentemente, João Lara Mesquita conseguiu retornar ao local e realizar o resgate do Mar Sem Fim. De acordo com as imagens, fitas foram passadas sob o casco e amarradas a boias que infladas na superfície, suspenderam a embarcação – cada boia dessas demora meia hora para ser inflada.


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.