Instagram
Voltar

NOTÍCAS / NOTÍCIAS / ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ferretti 870 Fonte: Divulgação

MAIS NOTÍCIAS

Anterior Próxima

Falta mão de obra para a produção de iates

26/03/2013 -

Não basta desejar um iate. Para quem está na fila de espera por um desses barcos dos sonhos é preciso oferecer o melhor, o maior e o mais sofisticado. O comprador brasileiro quer atenção especial. Para cuidar desses consumidores exigentes, que passam férias no Hemisfério Norte com suas embarcações, Ferrettigroup Brasil abrirá, em outubro, um escritório em Miami Beach, região favorita dos milionários brasileiros. Outras empresas do setor, como o Grupo Azimut Benetti, anunciam investimentos e expandem seu portfólio de produtos, atendendo às demandas de uma clientela que se espalha pelo país.

Oferecer serviços especializados e suporte direto da fábrica em todo território brasileiro é uma de suas estratégias para fisgar clientes. Empresários do setor apostam em uma alta de até 50% nas vendas de iates em 2013.

O Ferrettigroup Brasil prevê faturar R$300 milhões neste ano no país, 50% acima de 2012. A produção só não é maior por falta de mão de obra capacitada. “Nosso crescimento está limitado ao que conseguimos produzir. Fizemos uma parceria com o SENAI para treinar mão de obra, pois nosso déficit hoje é de 120 funcionários”, diz Marcio Christiansen, CEO e fundador do Ferrettigroup Brasil.

Com um estaleiro em Vargem Grande Paulista (SP), a empresa tem capacidade instalada de até 120 barcos por ano. “Com o mercado crescente no Brasil, a ideia é investir R$150 milhões na expansão ou transferência de parte da produção para outro estado”.

O executivo já sondou outros locais à procura de incentivos fiscais. “Nossa proposta é começar a fabricar, em outro estado, iates acima de 100 pés, porque o mercado está crescendo de tamanho e exigência. Estou estudando algumas oportunidades em Salvador, na Bahia”, conta. Os iates acima de 100 pés, que chegam a custar R$33 milhões, irão atender tanto a demanda do mercado nacional quanto o americano.

As vendas da companhia estão direcionadas a modelos que variam entre 53 e 62 pés, com preços entre R$4 milhões e R$6 milhões. Essa fatia corresponde a 40% dos negócios. Até agora, Christiansen já contabilizou a venda de 25 unidades de 62 pés. Um modelo de 87 pés, de R$ 18 milhões, cujo termino está previsto para dezembro, já está vendido.

“Com a crise lá fora, os empresários internacionais vêem no Brasil uma boa oportunidade para exportar barcos de alto luxo, além de abrir estaleiros aqui”, diz Eduardo Colunna, presidente da Associação Brasileira das Construtoras de Barcos e seus implementos (Acobar) e presidente da Colunna Yatchs. O executivo não arrisca números quando questionado sobre o desempenho do mercado de luxo para 2013. Segundo ele , no ano passado, sua empresa vendeu quatro iates de luxo de 43 pés. “Para esse ano estão previstos outros quatro, dos quais dois já foram vendidos”, diz Colunna.

A Azimut produziu 22 barcos no país e importou 40 em 2012, segundo o CEO, Davide Breviglieri. A meta para este ano é fabricar 28 barcos e importar cerca de 30 unidades. “O que mais nos surpreende é a evolução deste mercado para produtos mais sofisticados”, afirma.

Redação: Estrela Náutica
Fonte:
Valor Economico


Pagamento

Pagseguro UOL

Desenvolvimento

Desenvolvido por BR Web Design

ESTRELA NÁUTICA - Todos os direitos reservados

No Estrela Náutica, você vende ou compra a sua embarcação e tem acesso a um universo de informação, com fotos e vídeos das mais belas imagens. A seção Guia de Empresas traz os nomes do mercado que fornecem serviços, acessórios e produtos. Em Notícias, você encontra tudo sobre o mercado e a indústria náutica. Já em Esportes Náuticos, aprecie as modalidades mais praticadas e seus campeonatos principais. Novidades e eventos do ramo estão em Fique por Dentro. Na seção Colunas, entrevistas com profissionais do setor e entusiastas, que expõem seus conhecimentos e compartilham dicas excelentes. E para os marinheiros, de primeira viagem ou mais experientes, vale a pena conferir o Manual do Navegante.

O portal também proporciona a experiência de conhecer locais incríveis para navegar pelo Brasil. Com apenas alguns cliques na seção Onde Navegar, você ganha mais intimidade com os melhores pontos turísticos do País e seus estabelecimentos de qualidade.